Especialistas investigam causa da morte de milhares de peixes em praias

(Imagens: Redes Sociais)

Ganhou repercussão nacional a morte de milhares de peixes do tipo sardinha, em duas praias da Região Metropolitana de São Luís. Os cardumes foram despejados nessa segunda-feira (01) pelas marés nas praias.

Pesquisadores da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) irão avaliar os peixes para saber o que pode ter causado tamanha mortandade.

Porém, algumas das hipóteses levantadas pelos especialistas é de que isso pode ser resultado da época da transição do período de chuva para o período seco. Os peixes se aproximam da costa encontram obstáculos, como armadilhas e redes de pescas ilegais, que só aproveitam os peixes maiores.

Em nota, a Prefeitura de São José de Ribamar, informou que o fenômeno responsável por essa mortalidade em massa é a eutrofização. Esse processo ocorre quando há um excesso de nutrientes, como nitrogênio e fósforo, na água, provocando um crescimento acelerado de algas. Quando essas algas morrem e se decompõem, o oxigênio na água é consumido, resultando em níveis críticos que podem causar a morte de peixes e outros organismos aquáticos.

Especialistas explicam que a eutrofização pode ser causada por diversos fatores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *