Governo faz parceria com Serasa para ampliar alcance do Desenrola

O Desenrola Brasil, programa que facilita a renegociação de dívidas de inadimplentes, pode agora ser acessado por meio da plataforma do Serasa. Com a parceria, as pessoas que entrarem no sistema poderão conferir se existe alguma oferta do programa. O anúncio foi feito pelo Ministério da Fazenda nesta quinta-feira (15).

De acordo com Alexandre Ferreira, coordenador-geral de Economia e Legislação da pasta, a integração dos canais tem como objetivo facilitar o acesso ao programa, que chega ao fim em 31 de março. Anteriormente a renegociação era feita apenas pela plataforma do Gov.br.

“Estamos nessa reta final do programa, na volta do carnaval temos esse um mês e meio para intensificar, lembrar, engajar e comunicar com as pessoas a possibilidade de renegociar suas dívidas. Essa mudança tem o intuito de facilitar o acesso e o login de quem já é cliente de outros parceiros, como o Serasa, para que faça o login e seja direcionado ao ambiente da plataforma com essas mesmas condições de negociação”, explicou Ferreira, em coletiva de imprensa.

Ao acessar a plataforma do Serasa, os inadimplentes serão redirecionados para o site do Desenrola, no qual conseguirão consultar eventuais dívidas e fazer pagamentos nas condições oferecidas pelo programa, sem a necessidade de um novo login.

Outra mudança anunciada foi a possibilidade de parcelamento das dívidas renegociadas no site do Desenrola para quem tem perfil bronze no cadastro do Gov.br, que antes só podia ser feito para pagamento à vista.

Prorrogação
Até o momento, o Desenrola já renegociou R$ 35 bilhões em dívidas e alcançou 12 milhões de brasileiros. Em dezembro, o governo prorrogou a iniciativa até 31 de março somente para a Faixa 1 do programa, que engloba pessoas com renda mensal igual ou inferior a dois salários mínimos (R$ 2.824) ou inscritos no CadÚnico. A Faixa 2, que inclui cidadãos com renda mensal de até R$ 20 mil, foi encerrada em 31 de dezembro do ano passado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *