Delegado maranhense pode ser o primeiro brasileiro a comandar a Interpol

O delegado de Polícia Federal Valdecy Urquiza foi indicado pelo Comitê Executivo da Interpol para ser o próximo Secretário-Geral da Interpol, a Polícia Internacional, com mandato entre 2025 e 2030.

Urquiza tem 43 anos e desde 2007 integra os quadros da PF, com larga experiência na área de cooperação internacional. Natural de São Luís, no Maranhão, ele é formado em Direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor), no Ceará. Possui, ainda, MBA em Administração Pública pelo IBMEC e pós-graduação em Direito Ambiental pela PUC/SP.

Foto: Reprodução/Polícia Federal

Segundo o governo brasileiro, a indicação deve ser confirmada em novembro de 2024 pela Assembleia Geral da Interpol. Se for aceito, essa será a primeira vez em 100 anos que um brasileiro comandará a instituição.

“Estou profundamente grato pela confiança depositada em mim pelos representantes da comunidade policial global ao ser indicado como o próximo Secretário-Geral. Agradeço também à Polícia Federal e as demais instituições governamentais brasileiras pelo apoio fundamental nesta conquista histórica”, disse Urquiza após saber da indicação.

O governo brasileiro também comentou a indicação dizendo que ela representa o reconhecimento da comunidade internacional da competência da PF no combate ao crime.

A Interpol é a maior organização policial do mundo, com 196 países membros, e tem sede em Lyon, na França. A instituição permite que as polícias de todos os países membros compartilhem informações e acessem dados sobre crime e criminosos em nível global. A Interpol também ajuda os membros com suporte técnico e operacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *