Festejo de São Pedro reunirá milhares de brincantes nesta sexta-feira (28)

O tradicional Festejo de São Pedro que antecede o Dia de São Pedro deve reunir milhares de pessoas, nesta sexta-feira (28), na Capela de São Pedro. O festejo é um momento marcante, que ocorre todos os anos no período junino, e reúne milhares de fiéis no largo de São Pedro.

A festa ocorre na noite desta sexta-feira e as homenagens seguem pela madrugada até o amanhecer. O santo, conhecido por ser o padroeiro dos pescadores, terá a sua imagem homenageada durante toda a celebração, que também continuará no sábado pela manhã, em uma emocionante procissão marítima, que sairá do Cais da Praia Grande, pela Rampa Campos Melo, passando pela ponte do São Francisco, Ponta d’Areia e próximo a área Itaqui Bacanga.

Festejo de São Pedro – Foto: Divulgação

No encontro de bois, devem passar devotos, brincantes, fiéis, público em geral e turistas, que aproveitam para conhecer e se encantar com a cultura maranhense. Na tarde do sábado, às 16h, será realizada uma procissão terrestre, no Centro Histórico, que finaliza com uma grande missa na capela.

Programação completa do festejo:

– De 20 a 29 de junho:

Missas diárias, às 19h. Após as missas, o tradicional arraial retorna ao Largo de São Pedro, em frente à igreja, com concurso de rainha caipira, brincadeiras e comidas típicas.

– 28 de junho:

Às 18h30, a imagem sai da Casa Barrica, com o andor enfeitado, em procissão luminosa, até a Capela de São Pedro, para a missa, às 19h.

– Às 20h, inicia o arraial, que vai até a meia-noite.

– Após a meia noite, a igreja fica aberta, e por lá, devem passar devotos, brincantes de boi, fiéis e o público em geral, até de manhã, em manifestações espontâneas, religiosas e culturais.

29 de junho:

– 10h: Passeio marítimo com a imagem de São Pedro, saindo do cais da Praia Grande, pela rampa Campos Melo, passando pela ponte São Francisco, Ponta d´Areia e próxima à área Itaqui Bacanga.

– 16h: Procissão terrestre pelas ruas do bairro, retornando à Capela de São Pedro para a Missa campal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *