Polícia do Equador prende criminosos que invadiram estúdio de TV

A polícia do Equador capturou diversos criminosos que invadiram um estúdio da rede de televisão TC em Guayaquil nesta terça-feira (9). Também foram recolhidas provas no local.

O secretário-geral de Comunicações da Presidência do Equador, Roberto Izurieta Canova, publicou nas redes sociais que “pelas informações que temos neste momento, a grande maioria dos funcionários já foi libertada”. “Nosso primeiro objetivo é proteger a vida dos funcionários que ainda estão nas instalações”, adicionou.

Criminosos são presos após invadir estúdio de televisão no Equador. (Foto: Reprodução/Polícia Nacional)

A invasão por homens encapuzados e armados aconteceu durante transmissão ao vivo do canal de notícias. Diversos funcionários foram rendidos e foi possível ouvir tiros e gritos ao fundo.

Uma transmissão que foi cortada mostrou funcionários reunidos no chão dos estúdios, enquanto pessoas armadas gesticulavam para a câmera.

Houve boatos sobre uma invasão na Universidade de Guayaquil por outro grupo de criminosos, o que foi desmentido pela instituição. Ainda assim, todas as atividades na universidade foram suspensas devido ao “momento de comoção no país”.

“Nenhum incidente ocorreu dentro das instalações da UG, apenas um grupo de estudantes que, no desespero de sair rapidamente, formou uma pequena debandada”, explicaram.

O caso aconteceu em meio aos sequestros de ao menos policiais e uma série de explosões, um dia depois que o presidente Daniel Noboa declarou estado de emergência após o criminoso mais procurado do país ter desaparecido da prisão.

*Com informações da CNN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *